Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Sobre o Movimento / Notas e declarações / Catadores e catadoras de materiais recicláveis em defesa do Projeto Popular e do Presidente Lula

Catadores e catadoras de materiais recicláveis em defesa do Projeto Popular e do Presidente Lula

por Setor de Comunicação MNCR publicado 04/03/2016 14h45, última modificação 08/03/2016 12h08
Nota pública dos catadores e catadoras da Comissão Nacional do MNCR
Endurecer sempre, porém sem perder a justiça jamais,
Se és lutador pela justiça, então somos companheiros
Tivemos que esconder os rostos para termos rosto
Tivemos que ocupar as ruas para sermos vistos
Tivemos que lutar, pra garantir a vitória
Nunca foi fácil, mas a força do nosso coletivo, nos tornará vitorioso
É na luta e nas maiores dificuldades que nossa força realmente aparece
Poder! Poder para o povo, e o poder do povo, pra construir um mundo novo

Ao longo dos mais de 50 anos de reciclagem no Brasil, sempre fomos uma categoria invisível e marginalizada. Depois que nos organizamos nacionalmente, com o importante apoio do Presidente Lula, conseguimos avançar, tanto em questões legais – Políticas de Estado, assim como Políticas Públicas - e programas de governo.

Hoje vemos um ataque ao povo brasileiro, sendo disparado por quem sempre mandou no Brasil e excluiu o nosso povo. São setores da sociedade brasileira que sentem-se ameaçados com os avanços sociais, econômicos e políticos do povo, que hoje organiza-se em movimentos sociais, que estão atuantes nas escolas, que acessaram as universidades e que têm demonstrado uma grande força mobilizadora e garantidora de democracia e direitos.

Vivemos um momento em que os partidos políticos de extrema direita, os ricos do país e parte da classe média burguesa, aliançados a máfia da mídia golpista, liderada pela Rede Globo, e alguns seguimentos retrógrados do Poder Judiciário, atacam diretamente nossos avanços. Acreditamos que o ato de invadir a casa e o espaço de trabalho do Presidente Lula, afim de destituir e desestabilizar o povo brasileiro, tem por objetivo principal as eleições de 2018.

Primeiro tentaram os golpes, com atos organizados por gente corrupta que ironicamente pediam o “fim da corrupção”, além daqueles que pregavam a volta da ditadura militar. Mas qual corrupção estamos falando? Se a mineradora Vale não entra em debate, se sobre a Samarco não se conversa, se o cartel de trens tucano não se noticía, se as amarrações entre a Família Marinho e FHC não se discutem, se o Triplex dos Marinhos em Parati não aparece, se o Cunha não é investigado ou afastado da presidência da Câmara dos Deputados, se o Judiciário não pode ser debatido.

Exigimos que o Ministério da Justiça e a Polícia Federal investiguem com o mesmo empenho as denúncias públicas contra as grandes corporações econômicas, como a Rede Globo e tantas outras envolvidas na Operação Zelotes, bem como aquelas noticiadas contra o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e seu Instituto, que é financiado pelas mesmas empresas que apoiam o Instituto Lula.

Por último, deixamos claro que não aceitaremos de braços cruzados a ofensiva da elite brasileira contra nosso povo e contra o projeto de sociedade que estamos lutando para construir.

Somos filhos da luta e andamos de braços dados com a resistência dos trabalhadores e trabalhadoras contra a exploração do capital.

Lula é um simbolo da luta por mais direitos e pela inclusão econômica e social do povo trabalhador. Por isso, estamos do mesmo lado, na luta por justiça e democracia.

Intensificaremos nossa integração com outros Movimentos Sociais para lutar e garantir nossos direitos e a democracia que conquistamos, queremos radicalizar a democracia a duras penas nesse país.

Comunicado da Comissão Nacional do MNCR

Catadores e catadoras em defesa do Projeto Popular e do Presidente Lula#Golpe #lula #luta #democracia

Publicado por Mncr- Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis em Sexta, 4 de março de 2016
 

Brasília, 04 de Março de 2016

Comissão Nacional do MNCR - Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis

registrado em:

Navegação