Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Setores / Programa de luta

Programa Nacional de Luta

por Setor de Comunicação MNCR publicado 02/06/2015 11h30, última modificação 02/06/2015 11h30

As bases orgânicas do MNCR desenvolvem nos espaços de trabalho e nas comunidades onde estão localizadas diversos projetos de caráter popular que procuram resgatar a cultura e o protagonismo dos catadores e de suas famílias. Desenvolvemos em nossas bases projetos educativos, de cultura popular, atividades recreativas, de inclusão digital, oficinas artesanais, entre outros.

Outra preocupação constante é com nossas crianças. Alguns espaços já contam com refeitórios comunitários e programas de segurança alimentar que garantem o sustento de nossas famílias, além da preocupação com educação infantil e reforço escolar. Todos esses projetos são feitos, na maioria das vezes, por iniciativa dos próprios companheiros, sem incentivo ou apoio do poder público.

As Mulheres Catadoras também são prioridades tanto na base, onde são a maioria, quanto nas coordenações dos grupos, comitês regionais, coordenações estaduais e comissão nacional. Têm formações especificas para seu desenvolvimento político, assim como encontros regionais e nacionais de trocas de experiências, formação e definições sobre sua participação e luta no MNCR.

Saúde é mais uma bandeiras de luta do MNCR, nossas bases estabelecem parcerias com unidades de saúde pública e programas de acompanhamento comunitário de trabalhadores. Na educação mobilizamos programas de educação e alfabetização popular e nossas bases assumem o compromisso de manter capacitação permanentes dos cooperados. Na luta por moradia defendemos a prática de ocupação de espaços ociosos para fins de moradia e trabalho, além desenvolvermos mutirões autogestionários para construção de casas que buscam melhorar as condições de habitação das famílias de catadores.

Nós catadores desenvolvemos em nosso trabalho inovações tecnológicas de baixo custo e tecnologias de coleta e tratamento de materiais recicláveis, além de métodos de gestão autogestionária, dos quais os próprios catadores administram suas bases com base na economia solidária.

As bases ligadas ao MNCR trabalham com a coleta seletiva solidária, na qual realizam campanhas de sensibilização junto à comunidade que separa os materiais e doa voluntariamente aos catadores. Este trabalho educa a comunidade e difundi o valor social dos resíduos, assim como a proteção do meio ambiente. Nosso trabalho sensibiliza as pessoas para uma sociedade mais justa e solidária.

 

Nossa Luta

O MNCR luta pela valorização dos catadores por acreditar que nós somos os primeiros agentes ambientais a reciclar a matéria prima que grande parte da sociedade ainda chama de lixo. Nossa luta mais importante hoje é pela inclusão sócio econômica dos catadores de materiais recicláveis que significa o pagamento pela prestação de serviços, o pagamento por serviços ambientais e o avanço na cadeia produtiva da reciclagem.

O pagamento pela prestação de serviços aos governos na coleta seletiva solidária, triagem dos materiais recicláveis, destinação de forma adequada à reciclagem, garantindo o sustento das famílias catadores, o desenvolvimento econômico local, combatendo de forma efetiva o desemprego e a exclusão social.

O pagamento pelos serviços ambientais prestados à sociedade, pois somos os agentes mais efetivos na defesa da natureza e seus recursos naturais. Cada catador(a) encaminha de 1 a 3 toneladas de resíduos de volta a cadeia produtiva. Essa logística reversa beneficia as empresas produtoras de resíduos que devem pagar aos catadores pela redução de impactos ambientais, garantindo, dessa forma, o reconhecimento e a valorização do nosso trabalho.

O avanço na cadeia produtiva é garantido por meio da organização dos catadores em associações, cooperativas, redes de comercialização e unidades industriais autogestionárias. Para isso, buscamos a implantação imediata do Programa Nacional de Investimentos na Reciclagem Popular - PRONAREP, fazendo com que a cadeia produtiva da reciclagem seja transformada, tendo como base a participação social e a distribuição do poder e da riqueza gerada a partir dos resíduos.

O Movimento Nacional dos Catadores é contra os lixões a céu aberto e luta pela transformação desses em aterros sanitários com a remediação ambiental das áreas, destinação dos rejeitos como forma adequada, proibindo a incineração de resíduos. Porém, antes de fechar o lixão é preciso a devida transferência dos catadores que ali trabalham para galpões com estrutura suficientes que garanta a sobrevivência de todos e todas, associado a programas eficientes de coleta seletiva, bem como políticas de atenção infantil com creches e escolas.

 

Caminhamos juntos na luta

Nós do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis temos consciência do beneficio que nosso trabalho trás à sociedade. Buscamos a devida valorização para nossa categoria e para com as diversas realidades que a ela compõem como a questão de etnias, trabalhadores do campo, identidades regionais e raízes culturais de nosso povo.

Com isso, o MNCR luta conjuntamente e é solidário com outras categorias como os sem-terra, sem-teto, indígenas, quilombolas, moradores em situação de rua, trabalhadores informais e setores oprimidos da sociedade. Buscamos criar e fortalecer laços orgânicos de solidariedade com esses setores para juntos construirmos uma frente de setores oprimidos e buscarmos um programa de reorganização e transformação social para construção do Poder Popular.


Navegação