Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Notícias nacionais / Porto Alegre é com Carroças

Porto Alegre é com Carroças

por mncr — publicado 12/05/2008 09h00, última modificação 18/07/2013 14h27
Catadores foram impedidos de se manifestar, mas conseguem parar PL
Porto Alegre é com Carroças

Duas colunas saídas dos pontos da cidade eram aguardadas pela Brigada Militar

Na manhã desta terça feira (06/05/08) nós catadores organizados no MNCR, realizamos mais uma ação direta em defesa das carroças em Porto Alegre-RS, durante a marcha fomos impedidos de forma autoritária por parte da Policia Militar (PM), com apoio do Batalhão de Operações Especiais(BOE), de continuar a manifestação com as carroças.

Mais uma vez vimos que as elites de Porto Alegre, juntamente com as empresas estão querendo acabar com nosso trabalho, isto ficou bem destacado durante a marcha que estávamos fazendo em direção a Câmara dos Vereadores para protestar contra o projeto do Vereador Sebastião Melo (PMDB) que institui a retirada gradativa das carroças em 8 anos de Porto Alegre.

Este projeto limita a circulação das carroças em até 8 anos, e diz que todos os catadores que trabalham com carroças irão ser remanejados das ruas para galpões de reciclagem e também para outros setores de trabalho.

Avaliamos que isso não passa de uma grande enrolarção aos catadores e a todos os cidadãos portoalegrenses, pois se nos tirar das ruas, quem irá fazer o serviço de coleta irá ser uma empresa privada, e para isso cobrará um alto custo aos cofres públicos.

Hoje, realizamos a coleta dos matérias recicláveis de forma gratuita, coletamos mais de 300 toneladas por dia a custo zero para os cofres públicos.

Como fomos impedidos de forma totalmente arbitrária, saímos com uma comissão de companheiros de ambas as colunas de Mobilização (eram duas colunas que se encontrariam em frente da Câmara) e fomos diretamente para a Câmara dos vereadores. O presidente da Câmara (que coincidentemente é o vereador que fez o Projeto) já estava nos aguardando, entramos para a negociação com 26 companheiros sendo dois apoios.

Nossa primeira fala foi sobre a liberação dos companheiros que estavam retidos pela PM e pela BOE de forma autoritária e sem nenhuma lei que embasasse isso que eles estavam fazendo. No momento em que começamos a falar sobre a liberação dos companheiros o vereador começou a alterar a voz, teve momentos que ele estava aos berros em meio a sua sala de audiências, o que comprova seu nervosismo sobre a questão dos catadores.

carroças em poa 5Em meio a negociação, uma das vereadoras que estava presente disse: “...porque vocês não fazem propostas para nós ao invés de fazerem manifestação...” um dos companheiros lhe respondeu: “quanto tempo faz que a senhora é vereadora? Pois faz mais de três anos que estamos nesta luta contra este projeto, desde que tivemos ciência que ele era contra nós, participamos de varias reuniões, audiências, reuniões com três presidentes desta casa, diferentes um do outro...agora me diz, onde esta o que falamos, o que propomos? Nenhuma virgula nossa foi acrescentado assim como nossas reclamações nenhuma foi ouvida!”

outro companheiro continuou “este pais tem a melhor constituição do mundo, onde é de lei a garantia de terra, trabalho, educação, distribuição de renda, trabalho, mas o que acontece?? este projeto é igual, em mesmo teor, ou seja, diz que iremos ter trabalho, estrutura, mas não diz em que século isso ira acontecer, mas as carroças tem que acabar em oito anos!”

Os vereadores não tinham resposta, então fomos para os encaminhamentos:

encaminhou-se que o vereador iria tirar o Projeto até que seja feito o relatório da comissão especial dos carroceiros.

Ontem, (08/05) quando iria ser entregue o relatório da comissão especial dos carroceiros, estávamos presentes, e vimos que os vereadores entre eles mesmos, se perdem em suas próprias burocracias, pois o vereador que solicitou a comissão especial, é o mesmo vereador que foi o relator, e isso é contra a “burocracia” que eles criaram. Este relatório não tem validade legalmente, portanto, o encaminhamento que tiramos, na terça feira, é que o projeto de redução das carroças iria ficar parado até a entrega do relatório.

Esta ação, faz parte da jornada de lutas pelo dia do trabalhador, que contou com o acampamento e marcha em cachoeirinhae em frente a prefeitura de Cacheirinha e a ocupação da usina de lixo na cidade de Santa Cruz.

 

Seguiremos lutando contra as injustiças.

 

mncrpoa@ mncr.org.br

 

Carroças em Poa

 

caroças em poa 2

 

carroças em poa 3

 

carroças em poa 4


Navegação