Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sudeste / Rede Sul Sudoeste MG conquista mais um avanço

Rede Sul Sudoeste MG conquista mais um avanço

por INSEA — publicado 17/11/2014 12h25, última modificação 17/11/2014 12h25
Rede conta com a participação de 27 associações e cooperativas

A Rede Sul Sudoeste MG, estruturada por meio do Projeto Novo Ciclo Sul de Minas que conta com o patrocínio da Danone, está vivendo um momento de realização. Desde o início deste mês a Rede iniciou as vendas em conjunto e já comercializaram 43 toneladas de materiais recicláveis.

O processo de comercialização em rede é uma estratégia que fortalece financeiramente e politicamente as bases de acordo com os princípios do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR). “Ainda não fizemos a comparação entre as planilhas de vendas do mês passado e deste mês. Mas a princípio, o ganho pode chegar a 30%, dependendo da realidade das vendas que cada base fazia isoladamente”, disse o Presidente da Rede Sul Sudoeste MG, Antônio Aparecido Almeida.

A Rede conta com a participação de 27 associações e cooperativas que atuam em 23 municípios localizados no vetor sul do estado de Minas Gerais. Mais de 400 catadores são beneficiados pelo Projeto Novo Ciclo. A expectativa é que todos os empreendimentos comecem a comercializar pela Rede. “Estamos preparando para este momento desde o Projeto Cataforte 1. O nosso principal sentimento no momento é de liberdade. Acredito que com nossas bases organizadas em REDE, tendo mais força politica e financeira, os catadores que ainda estão sendo explorados nas ruas, ao ficarem sabendo, procurem as bases para se associarem”, completou o Presidente.

 

Avanços

O Projeto Novo Ciclo Sul de Minas vem trabalhando na região desde 2012, buscando desenvolver e fortalecer as associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis. No mês de outubro, outra expressiva conquista foi alcançada pelo Projeto, a expansão da coleta seletiva na cidade de Três Pontas.

Mais 34 bairros receberam a coleta seletiva solidária, com a participação dos catadores de materiais recicláveis da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis (Atremar), chegando assim em 50 bairros com a nova expansão do serviço. “Em abril de 2014 foi instalada a primeira fase com 16 bairros, chegando atualmente a 50 bairros. A meta para o início de 2015 é completar a região urbana de Três Pontas, atingindo 100% de cobertura”, explica a Educadora Social do Insea, Renata Siviero Martins, que atua no Projeto.

registrado em:

Navegação