Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sudeste / MNCR recebe menção honrosa em Prêmio de Cidadania

MNCR recebe menção honrosa em Prêmio de Cidadania

por mncr — última modificação 13/05/2011 15h20
Prêmio tem o objetivo divulgar outras lutas entre os metalúrgicos.
MNCR recebe menção honrosa em Prêmio de Cidadania

Lilian Nascimento durante discurso.

O MNCR esteve entre as três entidades indicadas para o Prêmio João Ferrador de Promoção da Cidadania (2011) oferecido pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Concorreu o prêmio juntamente com a CUFA (Central única de Favelas) e a Rede de Cursinhos pré-vestibular Educafro. O ex-presidente Lula foi homenageado pelo Sindicato que completou 52 anos de existência.

As personalidades indicadas para o prêmio foram o líder do Movimento de Moradia do Centro, Luiz Gonzaga da Silva, a educadora Maria Helena Negreiros e o Rapper Rapping Hood.

Lilian Nascimento representou o MNCR na cerimônia de premiação, “Estamos muito alegres pela indicação e homenagem. Trata-se do reconhecimento dos trabalhadores por nossa luta que completa 10 anos”, declarou.

João Ferrador foi um personagem criado pelo cartunista Hélio Vargas para expressar, pela Tribuna Metalúrgica, os anseios políticos e do dia-a-dia nas fábricas em uma época que a ditadura censurava e reprimia as manifestações dos trabalhadores.

 

OS GANHADORES

Lucilia Laura Pinheiro Lopes, professora e coordenadora do Educafro, entidade premiada.

“Foi uma honra, inclusive por este ser o ano internacional do Afrodescendente. Ganhar um prêmio como o João Ferrador é o reconhecimento do nosso trabalho e dá visibilidade à nossa luta. Para a entidade é também um momento histórico porque estamos completando 20 anos de atividades”

 

 

O Educafro é uma rede de pré-vestibulares comunitários que luta pelo acesso de pobres e negros à universidade 

 

 

Maria Helena Negreiros, educadora, personalidade premiada

“É com muita surpresa que recebo o prêmio. Tenho uma militância miúda. Tão miúda que pensava em morrer no anonimato. Quando meu nome foi anunciado a concorrer, muita gente soube, me procurou e reencontrei amigos”.

Ela desenvolveu em Santo André projeto que combina leitura com direito à cidadania  

 

 

OS HOMENAGEADOS


Gegê - Luiz Gonzaga da Silva, dirigente da Central de Movimentos Populares

“Não fui um militante do Sindicato e por isso me senti muito mais feliz pelos metalúrgicos terem lembrado do meu nome. Me sinto premiado”

Militante da luta por moradia e pela reforma urbana 

 

 

 


Giselle Gomes de Souza (Nega Gizza), representante da Central Única das Favelas

“Fazemos tanto trabalho social que a gente acaba não registrando o que fazemos. Receber uma homenagem como esta é o reconhecimento do processo de transformação da história”.

A entidade promove a inserção social de jovens por meio da cultura e profissionalização.

 

 


Rappin Hood, compositor

“Estou muito feliz pela indicação. Recebo a homenagem como o meu primeiro prêmio fora do âmbito música”

O rapper faz música engajada e de denuncia dos problemas sociais da periferia.

 

 

 

 


Lilian Nascimento de Sousa, Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis

“Estamos muito alegres pela indicação e homenagem. Trata-se do reconhecimento dos trabalhadores por nossa luta que completa 10 anos”

Movimento que organiza cooperativas e luta pelo reconhecimento da categoria dos catadores.

 

 

Com informações do http://www.smabc.org.br (Fotos: Raquel Camargo / SMABC)

 

 

 

registrado em:

Navegação