Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!

Ferramentas Pessoais

This is SunRain Plone Theme

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sudeste / Manifestações em 20 cidades mineiras denunciam incineração de lixo

Manifestações em 20 cidades mineiras denunciam incineração de lixo

por admin publicado 22/07/2021 18h05, última modificação 23/07/2021 19h49
Edital do Governo Federal busca financiar usinas de queima com recurso de multa ambientais.

Manifestações mais de 20 cidades em Minas Gerais reuniram ambientalistas, catadoras e catadores de materiais recicláveis no dia 21 de julho em uma jornada de luta contra o edital do Ministério do Meio Ambiente que induz a rota da incineração de lixo para consórcios de municípios mineiros. O programa Lixão Zero, lançado pelo ex-Ministro Ricardo Salles, afastado por denuncias de corrupção, conta com orçamento de R$ 100 milhões para financiamento de usinas de seleção mecanizada, sem segregação na fonte, ou seja, sem coleta seletiva e edução ambiental. O dinheiro é oriundo de multas ambientais do Ibama contra a mineradora Vale pelo desastre ambiental no município de Brumadinho.
Para integrantes do MNCR, a produção de CDR (Combustível Derivado de Resíduo) é só um modo de disfarçar a intenção de queimar os resíduos, prática altamente poluidora, além de não implementar a Política Nacional de Resíduos Sólidos. A categoria denuncia também de o edital de contratação das usinas não cita em momento algum o trabalho realizado pelos catadores.
Dezenas de organizações da sociedade tem se reunido para defender a suspensão imediata do edital e sua revisão para que fique de acordo com a lei 12.305/2010. No entanto, o Governo de Minas Gerais se exime de responsabilidade alegando que o edital é de responsabilidade do Governo Federal.

Fotos

 

 

 

 

 

registrado em: incineração, Sudeste

Navegação