Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sudeste / Cataunidos promove oficina de formação política

Cataunidos promove oficina de formação política

por Mácio Martins/Insea — publicado 06/04/2015 18h05, última modificação 07/04/2015 15h58

Buscando fortalecer a classe trabalhadora dos catadores de materiais recicláveis e a valorização do serviço prestado ao planeta, os técnicos da Cataunidos e os catadores mobilizadores estão percorrendo os empreendimentos que fazem parte da rede oferecendo uma capacitação voltada para a unificação do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis, MNCR, nas bases.

A primeira base que recebeu a visita dos técnicos foi a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Itapecirica, ASCAMARI, localizada no Núcleo Centro-Oeste da Cataunidos. O grupo formado por oito catadores fez uma pausa em suas atividades rotineiras para assistir ao filme “De Catador para Catador” produzido pelo MNCR. O vídeo mostra a história dos catadores no Brasil e a importância da organização do MNCR na luta diária em busca dos direitos dos catadores.

Após a elucidação feita pelo vídeo o representante do MNCR em Minas Gerais, Gilberto Chagas, conversou com os catadores e reforçou a importância da união da classe e a necessidade de se organizar. “Temos que preocupar com os nossos companheiros. Só nos organizando que podemos colher os frutos da nossa luta. Quem faz o movimento (MNCR) somos todos nós. Todos os catadores”, disse Gilberto que também falou da importância da ligação entre todos os movimentos sociais que lutam pela igualdade de classes e pelo respeito dos direitos dos trabalhadores brasileiros.

Cleone dos Santos Reis é catadora na ASCAMARI há três anos e reconhece a importância da conscientização política dos catadores. “Essa capacitação é muito boa para entendermos os nossos direitos e deveres. A importância da união dos catadores da nossa região e em todo o país”, disse. A catadora espera que após a capacitação os associados se tornem ainda mais próximos. “Temos que trabalhar juntos. Para dar o passo pra frente precisamos da ‘chave’ que é a união”, completou Cleone.

Ao final do encontro os técnicos e catadores montaram um painel com as principais ideias ilustradas em tiras, escolhidas pelos próprios associados, que tratam da valorização do trabalhador, a necessidade de evolução do mercado da reciclagem no país, dentre outros temas. Os catadores das demais associações/cooperativas da rede Cataunidos também vão receber a capacitação de acordo com o cronograma desenvolvido pela equipe técnica.


Navegação