Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sudeste / Catadores buscam organização Inter-Redes para avançar na cadeia produtiva

Catadores buscam organização Inter-Redes para avançar na cadeia produtiva

por mncr — publicado 19/08/2013 17h25, última modificação 19/08/2013 17h33
Iniciativa deve fortalecer unidades de beneficiamento no Estado

Cinco redes de Cooperativas de Catadores de Materiais Recicláveis se reuniram no dia 16 de agosto no auditório do Instituto Polis, na cidade de São Paulo, para debater estratégias de cooperação Inter-redes e verticalização da produção de materiais recicláveis.  Significa avançar ainda mais no processo de organização, passando da união das cooperativas em redes para a cooperação entre diversas redes com foco no processamento de materiais para a indústria e até a produção de alguns produtos finais.

As Redes Catasampa, da região metropolitana e litoral, Cata Vida, da região de Sorocaba, Verde Sustentável, da região Oeste Metropolitana, Coopcent, da região do ABCD, Unir e Reciclamp, da região de Campinas, fizeram uma apresentação do potencial produtivo de cada uma – seja no beneficiamento de alguns materiais ou até produção de produtos - e quais oportunidades de negócios podem ser fortalecidas com a cooperação entre as redes na destinação de determinados materiais para unidades de beneficiamento.  As  redes  Alta Mogiana, Cata Vale e Oeste Paulista devem se agregar ao processo de cooperação somando 8 empreendimentos solidários em cooperação no Estado de São Paulo.

Outro objetivo do encontro era buscar entendimento para o planejamento dos projetos de cada rede para o edital Cataforte 3 que financiará projetos de verticalização da produção das cooperativa e redes.  As proposta é fortalecer o potencial de cada rede em determinado material reciclável buscando que cada rede se profissionalize em um tipo de material buscando sempre uma analise de viabilidade econômica.

Ficaram acordados, além do fornecimento de materiais potenciais para as unidades de beneficiamento, também o compartilhamento de estudos de viabilidade econômica e informações para fortalecimento dos empreendimentos. As redes devem assinar uma carta de cooperação norteando os procedimentos e princípios do trabalho em conjunto que incluem transparência na gestão financeira, relação de ganho reciproca, comprometimentos, entre outros.

registrado em:

Navegação