Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Nordeste / Catadoras e catadores de Juazeiro integrarão Comissão para fiscalizar Lei de Resíduos Sólidos

Catadoras e catadores de Juazeiro integrarão Comissão para fiscalizar Lei de Resíduos Sólidos

por Solange Santana, Rede de Comunicadoras e Comunicadores Cáritas Ceará — publicado 10/12/2015 16h20, última modificação 10/12/2015 16h21
Catadores realizaram mobilização no Estado do Ceará durante o I Festival Lixo e Cidadania

Aconteceu durante a tarde do dia 07 de dezembro, na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, audiência pública com Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis para debater a coleta seletiva solidária e a implantação da política de resíduos sólidos do município. Compondo a mesa estavam o Presidente da Câmara, Capitão Vieira; Eraldo Oliveira, da AMAJU – Autarquia do Meio Ambiente de Juazeiro do Norte; Manoel Leandro, da Cáritas Diocesana de Crato; Vânia, representando os Lixões do Cariri; Jerônimo, representando as Associações de Catadoras e Catadores; professor Augusto, da UFCA – Universidade Regional do Cariri; Aneilda, da Vigilância Sanitária; André, da Fiscalização AMAJU, e os vereadores Adauto Araujo e Claudio Luz.

A catadora Vânia, representando os lixões, fez a saudação à mesa e leu a Carta de reivindicação elaborada pelos catadores e catadoras da região do Cariri, e por Manoel Leandro e Érica como assessores. Na carta citou a lista de ações que compete à prefeitura de Juazeiro do Norte, objetivando a melhoria do trabalho dos catadores e das catadoras. Após a leitura o Presidente da Câmara assinou e encaminhou o documento para a secretária Eliane, e pediu que ela fizesse um ofício no dia seguinte para ser encaminhado ao Prefeito Municipal Raimundo Macêdo. O presidente se comprometeu junto aos outros dois vereadores para fazer o reconhecimento da audiência pública na seção do dia seguinte, buscando parcerias públicas e privadas para resolver de início os problemas que apontados no documento de reivindicação. Falou que não se trata apenas de atender reivindicações pontuais, mas sim interagir com a sociedade.

O vereador Adauto Araújo assumiu junto aos vereadores que ele representa que irá colocar em pauta e aprovar o documento feito pela Cáritas. Elogiou o termo do Festival: Lixo e Cidadania e falou em já conhecer outros trabalhos realizados pela Diocese e que iria se empenhar em buscar uma coleta seletiva com a participação direta e organizada dos catadores e catadoras junto às associações. O vereador Claudio Luz deu a sugestão de criar uma gestão compartilhada onde os catadores e as catadoras sejam de fato as e os protagonistas e possam fazer as devidas cobranças diretamente ao poder legislativo. A fala foi aberta para a plateia e após todas as considerações, o presidente da Câmara e Eraldo Oliveira, da AMAJU, assumiram o compromisso de que Juazeiro será exemplo para todo o estado do Ceará. Ficou encaminhado a formação de uma comissão composta por vereadores, secretarias, universidades e o movimento de catadores para mensalmente analisarem os passos de como está sendo feita a organização e o cumprimento da Lei Municipal dos resíduos sólidos.

A audiência foi parte da programação do I Festival Lixo e Cidadania como demanda do movimento de catadoras e catadores de Juazeiro do Norte e da articulação de catadores do Cariri.

registrado em:

Navegação