Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sul / Experiência dos Catadores de Gravataí fortalece a coleta seletiva solidária

Experiência dos Catadores de Gravataí fortalece a coleta seletiva solidária

por mncr — última modificação 18/03/2011 12h40
Projeto da Prefeitura foi elogiado em evento que reuniu trabalhadores do RS
Experiência dos Catadores de Gravataí fortalece a coleta seletiva solidária

Placa usada pelas Carroças de tração animal de Gravataí

Um plenário praticamente lotado acompanhou a aula inaugural do curso doprojeto 'Fortalecimento do Associativismo e Cooperativismo dos catadoresde Materiais Reciclados', nesta quarta-feira (31/03), na Câmara Municipal. Representantes de grupos e cooperativas de catadores de Gravataí, PortoAlegre, Cachoeirinha e de municípios do Vale dos Sinos receberaminformações sobre capacitação, organização social e fortalecimento dosgrupos, visando a implementação da coleta seletiva solidária.

O evento é uma organização do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) em parceria com a Prefeitura de Gravataí, Ministério doTrabalho e Emprego (MTE), Secretaria Nacional de Economia Solidárias(Senaes), Fundação Banco do Brasil, Fundação Luterana.

A prefeita Rita Sanco destacou que o Movimento precisa estar organizado para disputar constantemente seu espaço na sociedade, visando a sua inclusão e avanço na cadeia produtiva. “Em Gravataí, estamos invertendo alógica estabelecida onde o poder público está voltado apenas para grupos já constituídos.

Através de um convênio com o MNCR , a Prefeitura apóia o trabalho dos catadores que contribuem para a organização da cidade”,assinalou. O secretário de Serviços Urbanos, Juarez Fialho, apontou a relevância da coleta seletiva, que na sua essência, possibilita aos trabalhadores uma vida mais digna.

Durante a cerimonia de abertura, crianças, filhas de catadores e frequentadoras da Escolinha de Resistência Popular do MNCR,fizeram uma apresentação musical. Através de cantorias elas reafirmaram o orgulho de serem filhas de catadores e a necessidade de reconhecimento para a categoria.

 

Aumentando a renda

O chefe de Divisão de Atendimento ao Trabalhador do MTE em Porto Alegre,Luiz Müller, afirmou que são 22 mil pessoas beneficiadas com esses cursosem todo o Brasil. “Nós não precisamos ensinar os catadores a fazerem seutrabalho. Isso eles sabem fazer bem.

Através dessa capacitação queremosque esses trabalhadores consigam ganhar mais, com uma melhor gestão e evitando os atravessadores nesse mercado de resíduos recicláveis”.

O representante da equipe de Articulação Sul do MNCR, Alexandre Camboim,argumentou que o importante, além da capacitação, é os catadores se sentirem responsáveis não apenas pela sua sobrevivência, mas também pelo meio ambiente e para com a cidade.


Projeto de Gravataí para o Brasil

O convidado especial do evento, pela colaboração na execução do projeto,Dione Manetti, elogiou a Prefeitura de Gravataí pela sua relação com a coleta seletiva solidária, onde os catadores trabalham de forma organizada e com o apoio da administração municipal.

Já o representante da Itaipu Nacional, Vinícios Ortiz, se disse satisfeito com a inclusão que está sendo feita com esses trabalhadores e com as estratégias adotadas para o desenvolvimento do setor. “Com certeza estaremos utilizando essa experiência no Paraná”, garantiu.

O representante da Fundação Luterana,Carlos Bock, assinalou que o movimento dos catadores é um dos maiores representantes da economia popular solidária.


Contribuindo com a limpeza

O morador da vila Nova Conquista José Valdir dos Santos Flores disse que ocurso é positivo. “Vai ajudar a gente a aumentar a renda, ao mesmo tempoem que ajudamos a limpar a cidade, pois é muito lixo jogado nas ruas e nabeira dos arroios”, apontou ele. A moradora de Cachoeirinha Nilza IvoneRusche Mota, ressaltou que a capacitação é uma forma “da gente conseguirum ganho maior, pois ela aumenta nosso conhecimento. Não podemos ficarparados. Precisamos aprender sempre”.

 

Fonte: Abraço/RS

 

Movimento Nacional dos Catadores de materiais recicláveis lança projeto Cataforte no RS

http://www.abracors.org.br/Imagens/informativo_audios/PROJETO%200070.mp3

Fonte: Abraço/RS

registrado em:

Navegação