Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sul / Central de beneficiamento de polímeros encontra-se em fase final de implantação

Central de beneficiamento de polímeros encontra-se em fase final de implantação

por Fundação Luterana de Diaconia — publicado 25/07/2016 14h25, última modificação 25/07/2016 14h33
Objetivo da unidade é vender o plástico beneficiado diretamente para a indústria

Catadoras e catadores da rede coleta solidária do vale do Gravataí, contarão, nos próximos meses, com uma unidade de beneficiamento de polímeros localizada na Cooperativa de Trabalhadores, Carroceiros e Catadores de Materiais Recicláveis, Industrialização e Comercialização (Cootracar), em Gravataí (RS). O objetivo é vender o plástico beneficiado diretamente para a indústria, aumentando a renda das cooperadas e dos cooperados.

Segundo o assessor de projetos da Fundação Luterana de Diaconia (FLD) responsável pela elaboração do estudo de viabilidade econômica, Martín Zamora, a linha de beneficiamento focará sua produção na transformação de resíduos de polipropileno (PP) e polietileno (PE) em pellets brancos e coloridos.

Para isso, a linha contará com seis trabalhadoras e trabalhadores e terá capacidade para produzir até 280 toneladas de pellets por ano, que poderão ser reutilizados pela indústria do plástico para a produção de novos produtos.

O estudo realizado ainda apontou que a produção de pellets para a indústria é economicamente viável. O grande desafio é a inserção desta produção no mercado, que é muito competitivo.

“As cooperativas e associações de catadoras e catadores realizam um trabalho de grande relevância para a indústria e para a sociedade como um todo, mas esta relevância não vem se traduzindo em renda digna para elas e eles. Nosso desejo é colaborar na transformação desta realidade” afirmou Zamora.

A construção das instalações, a aquisição de equipamentos e o estudo de viabilidade econômica foram realizados por meio do projeto Catadoras e Catadores em Rede, executado pela Fundação Luterana de Diaconia (FLD) em parceria com o Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) e com o patrocínio do Programa Petrobras Socioambiental.

Cooperadas e cooperados da Cooperativa de Trabalhadores, Carroceiros e Catadores de Materiais Recicláveis, Industrialização e Comercialização (Cootracar), de Gravataí (RS), visitaram, no dia 22 de julho, a central de beneficiamento de polímeros da Cooperativa dos Recicladores de Dois Irmãos. O objetivo da visita foi apresentar para a equipe da Cootracar as diversas fases do beneficiamento de polímeros como Polipropileno (PP) e Polietileno (PE). Estes plásticos, normalmente separados por qualidade e por cor, devem ser moídos, aglutinados e passar por uma extrusora. O processo permite que o material fique com a forma arredondada, como bolinhas de plástico, chamados pellets, que serão aproveitados na indústria para a fabricação de outros produtos.

Para o assessor técnico da Fundação Luterana de Diaconia (FLD) Martín Zamora, é fundamental que os empreendimentos da economia solidária se unam para compartilhar seus conhecimentos tecnológicos. “Esta parceria fortalece as organizações frente ao mercado”, afirma o assessor.

Para Ivanir dos Santos, cooperada da Cootracar, a implantação da central de beneficiamento em Gravataí mostra a importância do trabalho das catadoras e dos catadores. “Esta central de beneficiamento vai mostrar que temos plenas condições de apresentar soluções para o tratamento dos resíduos. Estas soluções não são só para quem tira o seu sustento da reciclagem. São soluções para toda a sociedade”, finaliza.

A Cooperativa de Recicladores de Dois Irmãos é, assim como a Cootracar, um empreendimento econômico solidário, coordenado por catadoras e catadores de materiais recicláveis.

Saíba mais sobre a Cootracar

 

registrado em: ,

Navegação