Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Sul / Carta das mulheres Catadoras do Comitê Norte Paranaense

Carta das mulheres Catadoras do Comitê Norte Paranaense

por mncr — publicado 25/03/2015 11h55, última modificação 26/03/2015 16h06

No dia 04 de março de 2015 na cidade de Londrina no estado do Paraná estiveram reunidas 233 mulheres para participar do I Encontro das Mulheres Catadoras do Comitê Norte Paranaense sobre Políticas Publica. As cidades participantes foram: Cornélio Procópio, Arapongas, Ibaiti, Londrina e Cambé.

Também estiveram presentes como convidadas mulheres catadoras da Secretaria Estadual das Mulheres Catadoras de Materiais Recicláveis (SEMUC – SP), das cidades de Lençóis Paulista, Maracaí, Assis, Presidente Prudente e Ourinhos. Além do envolvimento das seguintes Secretarias e Órgãos Municipais de Londrina: Secretaria Municipal de Assistência Social e Inclusão Produtiva (Economia Solidária); Secretaria de Políticas para as Mulheres; Câmara Municipal de Londrina - Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

Durante o Encontro foram realizadas diversas atividades com formações na área de gênero; discussões políticas; atividades lúdicas; trocas de experiências e oficinas temáticas.

Esse encontro colocou para nós, mulheres catadoras, a necessidade de ampliação do debate das relações e desigualdades de gênero no Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), além da formação de um espaço de auto-organização das mulheres catadoras do estado do Paraná. Esse espaço é importante para que nós possamos tratar nossas especificidades com a liberdade que queremos.

Já aconteceram quatro edições do Encontro Nacional de Mulheres no Estado do Paraná, entretanto, as políticas públicas voltadas para as mulheres precisam ser ampliadas e respeitadas. Por isso nós mulheres do comitê norte paranaense, reunidas nesse encontro, demandamos a criação de uma secretaria de mulheres no Estado.

Além disso, durante os grupos de estudo do Encontro foram levantadas as seguintes demandas que seguem encaminhadas abaixo:

1) Ações que colaborem para a superação das desigualdades entre homens e mulheres:

- Promoção da igualdade de direitos;

- Organização de grupos que trabalhem pelo tratamento igualitário de gêneros;

- Promoção da igualdade no interior das famílias.

2) Ações para a superação de desafios para a autonomia e a promoção das mulheres na catação:

- Conscientização da população para a separação adequada dos resíduos sólidos;

- Pagamento justo pelos serviços prestados;- Proporcionar a visibilidade da atividade de catação como um trabalho digno e o seu reconhecimento para além do Código de Ocupação brasileiro;

- Fortalecimento das Redes de cooperação;

- Investimentos em Políticas Públicas;

- Investimento na educação familiar e escolar;

- Compatibilizar o horário de trabalho das catadoras de materiais recicláveis com o horário de atendimento das creches (CEIs e CMEIs);

- Promoção da capacitação igualitária para Homens e Mulheres;

- Criação de espaço para discussão entre Homens e Mulheres;

As demandas e os desafios foram levantados pelas catadoras presentes no encontro.

registrado em:

Navegação