Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!

Ferramentas Pessoais

This is SunRain Plone Theme

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Blog Centro-oeste / Paralisação dos catadores no DF busca derrotar PPP

Paralisação dos catadores no DF busca derrotar PPP

por mncr — publicado 10/10/2012 21h55, última modificação 18/10/2012 18h27
Lixão de Brasília já esta fechado há mais de 24 horas em protesto
Paralisação dos catadores no DF busca derrotar PPP

Acesso ao lixão permanece interditado pelo catadores

Catadores ligados ao MNCR do Distrito Federal realizaram hoje, dia 10/10, mobilização que reuniu 2 mil catadores na audiência pública que discutiu a Parceria Público Privada (PPP) para gestão dos resíduos sólidos pelo Governo do Distrito Federal. Em uma ação coordenada os catadores fecharam todas as usinas de triagem, transbordos e o lixão da cidade Estrutural em proposta contra a PPP. A entrada e saída do lixão foi bloqueada com cascalho impedindo a circulação de caminhões de lixo há mais de 24 horas e deve permanecer fechada até que o Governo do DF atenda os catadores.

O MNCR luta contra a proposta que concede por 30 anos a concessão de serviços de gestão dos resíduos, desde a varrição até a destinação, passando pela administração das centrais de triagem e o trabalho dos catadores. A PPP prevê ainda um Usina de Incineração de Lixo nos mesmos moldes da proposta de São Bernardo dos Campos, em São Paulo, que deve custar 4 bilhões de reais e vai queimar 85% dos resíduos produzidos na cidade.

A audiência pública contou com a presença de membros da Universidade Federal de Brasília, Secretaria Geral da Presidência da República, além de empresários da região que manifestaram apoio aos catadores. Os catadores deram prazo até a próxima segunda-feira para obter uma resposta do Governo do Distrito Federal em relação a PPP e as reivindicações dos catadores.

“Estamos apresentando nossa pauta de reivindicações e caso não tenhamos resposta vamos parar todas as usinas, transbordos e o lixão por tempo indeterminado” declarou Ronei Alves da Silva, representante do MNCR;

Em Brasília e nas cidades satéletes ainda os resíduos ainda são depositados em lixões a céu aberto com grande presença de catadores em situação de trabalho precário. O MNCR vem lutando ao longo dos anos  e vem conquistando a inserção dos catadoress o processo de coleta seletiva. “Agora que conseguimos áreas para a construção dos Centros de Triagem, para trabalharmos de forma digna; recursos para a construção desses centros, equipamentos, caminhões entre outros; somos surpreendidos com uma Audiência Publica para autorizar a contratação de empresas privadas para a gestão dos resíduos no DF para um período de 30 anos, a chamada PPP – Parceria Publico Privada” informou Janaina de Santos, membro da Central de Cooperativas do DF, Centcoop-DF, “esta questão, afetará somente os catadores, mas toda a sociedade, uma vez que contratada esta empresa, prestando ou não um bom serviço, ela permanecerá por 30 anos”concluí.

registrado em: ,
comments powered by Disqus