Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Biblioteca / Legislação / Classificação Brasileira de Ocupações - CBO

Classificação Brasileira de Ocupações - CBO

por mncr — última modificação 02/09/2014 16h18
Os catadores de materiais recicláveis na Classificação Brasileira de Ocupações

A CBO é o documento que reconhece, nomeia e codifica os títulos e descreve as características das ocupações do mercado de trabalho brasileiro. Sua atualização e modernização se devem às profundas mudanças ocorridas no cenário cultural, econômico e social do País nos últimos anos, implicando alterações estruturais no mercado de trabalho.

A nova CBO tem uma dimensão estratégica importante, na medida em que, com a padronização de códigos e descrições, poderá ser utilizada pelos mais diversos atores sociais do mercado de trabalho. Terá relevância também para a integração das políticas públicas do Ministério do Trabalho e Emprego, sobretudo no que concerne aos programas de qualificação profissional e intermediação da mão-de-obra, bem como no controle de sua implementação. (da redação do Guia Trabalhista)

 

O Catador na CBO

O catador é o sujeito mais importante no ciclo da cadeia produtiva de reciclagem, é o sujeito que está na ponta do processo produtivo,  fazendo cerca de 89% de todo o trabalho. Contudo, o catador é quem menos ganha, mesmo sendo responsável por cerca de 60% de todo os resíduos que são reciclados hoje no Brasil o catador vive na miséria, nas ruas e nos lixões por todo o Brasil. Um catador coleta em média 600 quilos de materiais recicláveis por dia, ou seja, a coleta seletiva que destina corretamente esses resíduos,  gerando uma renda mensal de cerca de   R$ 140,00 em média. As empreiteiras pagas pelos municípios Brasil afora recebem milhões por ano para fazer a coleta comum, pagando salários miseráveis e superlotando os aterros sanitários.

 

Código 5192 - 05 Catador de material reciclável

 

Catador de material reciclável - Catador de ferro-velho, Catador de papel e papelão, Catador de sucata, Catador de vasilhame, Enfardador de sucata (cooperativa), Separador de sucata (cooperativa), Triador de sucata (cooperativa)

 

 

Catadores de material reciclável

 

Descrição sumária

Catam, selecionam e vendem materiais recicláveis como papel, papelão e vidro, bem como materiais ferrosos e não ferrosos e outros materiais reaproveitáveis.

 

Formação e experiência

O acesso ao trabalho é livre, sem exigência de escolaridade ou formação profissional. As cooperativas de trabalhadores ministram vários tipos de treinamento a seus cooperados, tais como cursos de segurança no trabalho, meio ambiente, dentre outros.

 

Condições gerais de exercício

O trabalho é exercido por profissionais que se organizam de forma autônoma ou em cooperativas .Trabalham para venda de materiais a empresas ou cooperativas de reciclagem. O trabalho é exercido a céu aberto, em horários variados. O trabalhador é exposto a variações climáticas, a riscos de acidente na manipulação do material, a acidentes de trânsito e, muitas vezes, à violência urbana. Nas cooperativas surgem especializações do trabalho que tendem a aumentar o número de postos, como os de separador, triador e enfardador de sucatas.

 

Código internacional CIUO 88:

9161 - Recolectores de basura

 

 

 

A - COLETAR MATERIAL RECICLÁVEL E REAPROVEITÁVEL

Puxar carroça, carrinho

Conduzir carroça de tração animal

Conduzir veículo (perua, caminhão)

Estabelecer roteiro de coleta

Pedir material nas residências

Procurar material nas caçambas de rua

Verificar pontos de coleta

Coletar material nas residências

Coletar material junto às comunidades

Coletar material nos pontos de coleta

Coletar material nos estabelecimentos comerciais

Coletar material nos condomínios

Coletar material em empresas (indústrias)

Carregar carrinho, carroça, caminhão, perua

Percorrer os pontos de coleta

Procurar novos pontos de coleta

 

 

B - DAR ENTRADA NO MATERIAL

Conferir a balança

Descarregar caminhão, perua, carrinho, carroça

Conferir material

Pesar material reciclável separado

Contar vasilhames retornáveis

Colocar material na caçamba

Pesar caminhão

Pesar o lixo não reciclável

 

C - SEPARAR MATERIAL COLETADO

Triar material reciclável e não reciclável

Triar material reciclável por tipo (papel, vidro, ferroso, não-ferroso, plástico)

Triar material por qualidade (papel branco, papel arquivo, plástico mole, material fino não ferroso)

Colocar material não reciclável em contêineres, latões, sacos etc

Anotar material separado

Separar doações

Encaminhar o lixo para o transbordo

 

D - PREPARAR O MATERIAL PARA EXPEDIÇÃO

Prensar o alumínio

Prensar o plástico

Amarrar os fardos

Tirar grampos de papel

Tirar espiral de caderno

Tirar rótulos das embalagens plásticas

Ensacar material (alumínio, plásticos)

 

E - REALIZAR MANUTENÇÃO DO AMBIENTE E EQUIPAMENTOS DE TRABALHO

Fabricar carrinhos, carroça

Pintar carrinho, carroça

Fazer manutenção do carrinho, carroça

Varrer o chão das instalações da cooperativa

Lavar banheiros das instalações da cooperativa

Lavar quintal da cooperativa

Trocar pneu de carrinho

Limpar o carrinho, carroça

Arrumar material nas caçambas

Recolher material do chão

Limpar pátio da cooperativa (galpão)

Limpar a prensa

Limpar a balança

Retirar água de recipientes

Tratar animais

Realizar manutenção de veículos

 

F - DIVULGAR O TRABALHO DE RECICLAGEM

Conversar com a população de porta em porta

Prestar informações sobre coleta seletiva e materiais recicláveis

Divulgar o trabalho da cooperativa

Entregar folhetos

Divulgar eventos

Orientar sobre preservação do meio ambiente

 

G - ADMINISTRAR O TRABALHO

Vender material

Comprar material

Negociar preços

Coordenar o trabalho dos cooperados

Controlar gastos

Prestar contas

Definir escalas

Fazer lista de material

Participar de reuniões administrativas

Participar de reuniões para tomada de decisões (assembléias geral, ordinária e extraordinárias)

Participar de comissões, comitês

Organizar assembléias gerais com cooperados

Organizar cursos de capacitação para cooperados e familiares

Promover ajuda aos cooperados mais necessitados

Organizar eventos sociais da cooperativa

Estabelecer parcerias com empresas, órgãos governamentais, Ong

Organizar campanhas de esclarecimento

Contratar serviços de calibração de balanças

 

H - TRABALHAR COM SEGURANÇA

Vestir equipamento de proteção individual

Vacinar-se

Realizar exames de saúde periódicos

Desinfetar ferimentos

Vestir faixa de sinalização cintilante (Colete)

Vestir proteção contra chuva, sol (Capas,

bonés, sapatos, etc)

Vestir uniforme da cooperativa

 

Z - DEMONSTRAR COMPETÊNCIAS PESSOAIS

Demonstrar prudência

Demonstrar paciência

Organizar-se (associações, cooperativas)

Valorizar-se como profissional

Demonstrar espírito de prosperidade

Demonstrar educação

Demonstrar eficiência

Demonstrar agilidade (esperteza)

Demonstrar sinceridade

Demonstrar honestidade

Auto-organizar-se

Demonstrar criatividade

Demonstrar perseverança

Demonstrar jogo de cintura

Demonstrar capacidade de atenção constante

Demonstrar habilidade de puxar carroça

Proteger-se contra a violência na rua

 

Recursos de Trabalho:

* Alicate

* Martelo

Serrote

Entalhadeira

Arco da serra

Chave de fenda

Prego

Capa de chuva

Capacete

Uniforme

Bota

* Carrinho/carroça

Ôculos

Jogo de chave

Caixinha de primeiros socorros

Arame

* Colete

* Corda

* Faca/facão

* Lona

* Luva

* Machado

* Marreta

(*) Ferramentas mais importantes

 

Participantes da Descrição Especialistas

Ademir dos Santos

Alexandre Rodrigues Pereira

Amauri Marques da Silva

Amelia Crepaldi da Silva

Aparecido Alves dos Santos

Eduardo Ferreira de Paula

Elizabeth de Oliveira Pereira

Irineu Aparecido de Almeida

João Pedro da Silva

Leonel Gonçalves de Souza

Manoel Oliveira Santos

Maria da Luz Carvalho Oliveira

Regina Campos Santos

Reginaldo Julio da Silva

Roberto Laureano da Rocha

Wilson Secario

 

Instituições

Cooperativa de Catadores de Papel do Sumaré - Coopamare

Cooperativa de Reciclagem de Matéria-Prima de Embu - Coopermape

Cooperativa de Reciclagem Unidos pelo Meio Ambiente - Cruma

Cooperativa de Reciclagem Zona Sul - Coopersul

Cooperativa dos Catadores de Lixo Reciclável de Maringá - Coopercicla

Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente de Embu

 

Instituição conveniada responsável

FIPE - Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - Fipe - USP

 

Glossário

ONG: Organização não-governamental.

 

fonte: www.mte.gov.br


Navegação