Catadores fecham lixão da Estrutural, no DF, após morte de trabalhador

G1-DF
Publicado 09/04/2014 14:25 Última modificação 09/04/2014 14:23

Associações de catadores fecharam na manhã desta sexta-feira (4) o acesso ao Lixão da Estrutural, no Distrito Federal, em sinal de luto pela morte de um trabalhador nesta madrugada. O homem foi atropelado por um trator.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima, identificada como Adrivan dos Santos, chegou a ser resgatado com vida, mas morreu a caminho do Hospital de Base. Os bombeiros não souberam explicar as circunstâncias do acidente.

O Lixão da Estrutural deve ser fechado, por determinação de lei federal que trata da disposição de resíduos sólidos, até setembro. Um novo aterro sanitário deve ser aberto até o final do ano, em Samambaia.

No dia 29 de março, a 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema) instaurou inquérito civil para apurar o processo de fechamento do Lixão. Segundo o Ministério Público, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) deve apresentar o projeto e o cronograma para encerramento das atividades no lixão em 30 dias.



O SLU deve ainda mostrar que alternativas deverão ser tomadas para recuperação ambiental da área. Já a Casa Civil do DF, diz o MP, deve enviar estudos que apontem as manchas de contaminação do lixão, além de indicar também quais alternativas devem ser tomadas para o fechamento do local.

Segundo a Prodema, o Lixão da Estrutural é o maior da América Latina, e

Brasília

uma das poucas cidades de grande porte do Brasil que ainda possui um depósito a céu aberto