Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Notícias nacionais / GO: Prefeitura não cumpre promessa e coleta seletiva fica ameaçada

GO: Prefeitura não cumpre promessa e coleta seletiva fica ameaçada

por mncr — última modificação 18/03/2011 16h42
Após 7 meses, convenio não é cumprido em Goiânia e catadores protestam

Walter Pereira da Silva, Secretario de Assistência Social, quando apertado, mente para se defender
Ontem, 22-07-09, os catadores de materiais recicláveis de Goiânia se mobilizaram em frente a SEMAS –Secretaria de Assistência Social para reivindicar o convênio prometido pelo Secretário Walter Pereira da Silva desde dezembro do ano passado. Até hoje o convênio não foi assinado pelo secretário. Já se passaram sete meses e as cooperativas de catadores precisam desta verba para pagar aluguel, água e energia. Muitas das cooperativas estão sob o risco de fecharem as portas.

O Secretário Walter recebeu os catadores e a imprensa convidada pelo MNCR afirmando que as cooperativas estavam irregulares, que não prestavam contas, que tinha informações de que as cooperativas usava de formas obscuras de venda do material e de repartição entre os cooperados.

Questionado pelos catadores que fontes ele tinha para informar tal mentira, Walter Pereira da Silva afirmou que havia sido informado pelo professor Fernando Bartholo da Incubadora Social da UFG – Universidade Federal de Goiás.

Hoje, o MNCR entrou em contato com o professor Fernado Bartholo da Incubadora Social da UFG que desmentiu tal informação. Afirmou inclusive que a incubadora fará uma declaração afirmando que esta informação não procede e que as cooperativas estão todas regularizadas.
O secretário mentiu de forma tão desonesta que ele requisitou às cooperativas no mês de Janeiro deste ano, diversos documentos legais, como estatuto, ata de eleição, inscrição municipal e estadual. E todas as cooperativas entregaram todos os documentos pedidos não havendo nenhum documento irregular. Ou seja, ele sabia que as cooperativas estavam regularizadas e usou de má fé para gerar injúrias contra os cooperados.

Na imprensa, o secretario afirmou de forma obscura que o convênio não foi repassado porque a prestação de contas não estava batendo. Que prestação de contas? A informação deu a entender que as cooperativas não estavam prestando contas corretamente do convênio recebido. Outra informação que não bate com a realidade. Como prestar contas de um dinheiro que as cooperativas não recebeu? Se já sete meses o Secretário prometeu realizar o convênio e nunca repassou nenhuma parcela do convênio, as cooperativas tem que prestar contas de que?
Enfim, como o secretário não tinha como explicar o fato de passar sete meses sem repassar o convênio, atitude que só precisa de vontade política e disposição de trabalhar, ele partiu para inventar fatos mentirosos contra os catadores.

A assessoria jurídica do MNCR está dando entrada nas medidas legais cabíveis para processar o sr. Secretário Walter Pereira da Silva por injúria contra as cooperativas de catadores. E publicamente estamos todos dispostos a apresentar os documentos que comprovam a regularidade das cooperativas e provar que este secretário enganador não merece estar à frente de uma pasta de Assistência Social, já que as cooperativas de catadores de Goiânia tem sido um exemplo de como trazer dignidade para catadores que estavam nas ruas da cidade, morando de baixo de marquises, sem renda alguma, muitas vezes viciados no álcool. Olhem para os catadores organizados das cooperativas e verão como a organização das cooperativas trouxe dignidade senão financeira, posto que o ganho ainda é muito baixo, ao menos a dignidade de se sentir um trabalhador e lutador do povo.

Não, sr. Secretário. Somos trabalhadores pobres, mas trabalhadores honestos. E quando se puxa um carrinho nas ruas da cidade, aprendemos que a única forma de nos ouvir é falando a verdade em voz alta. Continuaremos exigindo o convênio com os sete meses passados que é fundamental para a sobrevivência das cooperativas. Sabemos que depende somente de sua vontade.

Convocamos toda a sociedade para apoiar as cooperativas de catadores, posto, primeiramente que a coleta seletiva na cidade está ameaçada. Segundo, que é o lado justo, humano e verdadeiro.

Sejamos justos com aqueles que sofreram a vida inteira sem possibilidades e que agora sozinhos encontraram na organização cooperativa o caminho da dignidade. Essa é, senhores, a verdade que a prefeitura não quer reconhecer.

Quem quiser mais informações entre em contato conosco:

e-mail: goias@mncr.org.br

Mobilização

Em dezembro do ano passado o secretário Walter Pereira da Silva, da Secretaria de Assistência Social, se reuniu com as cooperativas de catadores de materiais recicláveis para definir a continuidade do convênio entre prefeitura e cooperativas de catadores. O convênio no valor de 2.500,00 foi no ano passado repassado pela COMURG, ficando este ano sob a responsabilidade da SEMAS.

Já se passaram sete meses e até hoje as cooperativas de catadores não receberam nenhum centavo do convênio acordado. O que agrava a situação é que é com o dinheiro do convênio que as cooperativas pagam aluguel, energia e água dos galpões em que trabalham. Com os aluguéis atrasados e com ordens de despejo, muitas cooperativas estão a ponto de fecharem as portas.

Amanhã, quarta feira (22/07/09) os catadores o MNCR – Movimento Nacional dos Catadores de Materiais, formado por cooperativas e associações de catadores, se mobilizará em frente a SEMAS, às 9:00, para reivindicar o cumprimento do convênio.

Além desta reivindicação principal, o MNCR reivindica que o caminhão de coleta que hoje está sob a responsabilidade da SEMAS passe para a responsabilidade da COMURG e seja mantido sob o controle das cooperativas de catadores. Por último, reivindica também a realização de uma assistência médica e odontológica aos catadores de materiais recicláveis.

 

Apóie a luta dos catadores. Envie agora mesmo uma nota de repúdio à SEMAS no email: gabinetesecretario@semas.goiania.go.gov.br.

registrado em:

Navegação