Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Artigos / Catadores vão intensificar mobilização por contratação em Santa Cruz - RS

Catadores vão intensificar mobilização por contratação em Santa Cruz - RS

por mncr — última modificação 29/04/2009 12h02
MNCR luta para que os catadores administrem usina de lixo no Município

Os catadores e catadoras ligados ao MNCR em Santa Cruz decidiram em assembléia geral, no último dia 25/04 a intensificação da mobilização da categoria por sua pauta de reivindicação.Um dos principais pontos está a contratação da associação dos catadores pela prefeitura e o pagamento pelo serviço prestado, conforme dispositivo da Lei de Saneamento Básico, que garante a contratação das associações e cooperativas de catadores sem licitação.

Entre as demandas também estão a construção de um galpão para os catadores de rua em área mais próxima do centro. A disposição de um veterinário para os cavalos dos carroceiros. Além da destinação direta de todo o material da coleta seletiva para os catadores. Também se definiu iniciar uma luta para que a Usina Municipal de Lixo seja repassada para os trabalhadores, onde a gestão será feita pelos próprios trabalhadores.

Como alternativa real ao desemprego e a geração de renda.

“Hoje a Usina encontra-se na mão da iniciativa privada,e está com pouquíssimos empregos lá, mesmo ganhando bastante dinheiro da prefeitura para manter ela funcionando. Estando em nossas mãos temos certeza que teremos maior capacidade de gerar mais empregos e economizar dinheiro público”, comenta a Coordenadora do MNCR Vera Lúcia.

O Movimento defende que seja firmado um contrato garantindo a permanência dos trabalhadores que ainda restaram na Usina e que se agregue mais um grupo de catadores para trabalhar lá.E que também garanta um salário digno para cada trabalhador(a).

“vamos buscar todos os meios legais e também apoio de toda sociedade santacruzense que defende e apóia a luta dos catadores,por entender que é uma luta em defesa da vida, da terra e da justiça social”, relata Fagner Jandrey, Coordenador do MNCR.

Em breve o grupo estará lançando um diagnóstico sobre a atual situação dos resíduos sólidos no município de Santa Cruz do Sul e na Região do Vale do Rio Pardo.


Navegação